post-title portfolio-title Volume 7 / Abril – Junho 2008 2017-12-19 14:02:12 no no

Volume 7 / Abril – Junho 2008

Revista SPR 2008

O prognóstico das crianças com doenças auto-imunes vem melhorando nos últimos 30 anos. O diagnóstico precoce, com melhor reconhecimento clínico da doen- ça, estabelecimento de critérios diagnósticos, introdu- ção de testes laboratoriais com maior especificidade e surgimento de modalidades terapêuticas mais efetivas para controle da doença aumentaram a sobrevida desses pacientes, permitindo que atinjam sua adolescência e juventude, quando então emergem questões relacionadas à sua fertilidade. O termo preferencial para avaliar a possibilidade de ovulação e espermatogênese nos adolescentes e jovens é função gonadal, pois a terminologia infertilidade é geralmente inadequada para esta faixa etária. A infertilidade é definida, segundo o conceito da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva, como incapacidade de gestação nos casais sexualmente ativos por um período acima de um ano, sem a utilização de métodos contraceptivos. O estudo da função gonadal é distinto com relação ao gênero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *